quinta-feira, setembro 2

Caracterização da Escola

      O Colégio Estadual Luiz Viana Filho foi fundado na gestão do prefeito municipal Sinval Galvão de Souza, no ano de 1968 e pelo então governador do estado Luiz Viana Filho, razão pela qual recebeu este nome para homenageá-lo. Está localizado à Rua Tiradentes s/n, centro, sede do Município de Nova Itarana, Bahia. No início de sua fundação possuía apenas quatro salas de aula e funcionava só o Ensino Fundamental I (antigo primário), só em 1985 com a ampliação de mais um pavilhão com mais quatro salas de aula, foi autorizado então o funcionamento do Ensino Fundamental II (antigo ginásio). Nos idos de 1987, através do ato de criação 48/51 D.O. 12/03/87 obteve a autorização de funcionamento do 2º grau. Hoje com 12 salas devidamente composta para o ensino, o Colégio esta sob a direção do Sr. Dirceu Assis Santos, sendo o corpo docente composto por 36 professores, em grande maioria aprovados em concurso público estadual e municipal.
      As práticas de participação cidadã têm dado uma significativa contribuição na construção de uma nova sociedade, bem como na promoção efetiva da cidadania, tudo isso enche de orgulho todos que fazem parte do Colégio estadual Luiz Viana Filho por fazer parte desse fato histórico da Cidade de Nova Itarana.


Estrutura organizacional da escola


      O Colégio Estadual Luiz Viana Filho, tem como equipe gestora desde 1 de setembro de 2005, Dirceu Assis Santos gestor, Rosa Marina Amaral Souza e Mirilene Teles da Silva Braga  vices-diretoras e Iracema Sena Souza Secretária. È Uma Escola Estadual ligada à Diretoria Regional de Educação, sob coordenação da professora Graça Maria Magalhães, que sua vez coordenada pela Secretaria Estadual de Educação da Bahia.
    
     Já no ano de 2008, esta mesma equipe foi eleita por sua comunidade escolar para um mandato de três anos (2009-2011), onde  deverá haver uma nova eleição. Existe nesta unidade um Colegiado escolar, também eleito que acompanha e orienta a direção da escola nas tomadas de decisões. Existe como forma organizacional uma coordenadora para os funcionários, que regimentalmente é a secretária escolar e um para os professores que é a figura do gestor. Mas ainda não possui a figura do coordenador Pedagógico, o que trás sérios problemas por falta de uma coordenação pedagógica moderna e eficiente, já que o gestor tem que assumir esta pasta que não seria de sua competência, levando-o a uma sobrecarga de trabalho, pois o mesmo tem que se atentar para a parte financeira, administrativa disciplinar e pedagógica.
      
      A escola apesar de ser Estadual vem funcionando com uma ajuda do município em convênios de parceria, sendo a maior parte dos funcionários administrativos e de limpeza pertencentes ao município fora o apoio que o atual gestor municipal vem dando aos projetos desta unidade escolar.
       
      Os recursos que gerem esta unidade escolar são FAED manutenção que é recebido em quatro parcelas durante o ano, PNAE (Merenda escolar) dez parcelas, PDDE (caixa escolar) e PDE. Algumas outras ações financeiras que são enviadas pelo governo são postas na conta do FAED. Ao fim de cada semestre existe uma prestação de contas ao colegiado escolar, que após verificação dá um parecer sobre a aprovação deixando à disposição da comunidade por 15 dias e logo após é mandado a primeira via para a Direc29 para que os técnicos também analisem  e depois encaminhe para o Tribunal de Contas do Estado ( TCM). Mas a segunda via destes documentos fica à disposição da comunidade que pode solicitar a qualquer momento sendo de responsabilidade do atual gestor por cinco anos. Nas contas do FAED e Merenda Escolar a tesoureira é a professora Mirilene Teles da Silva Braga e nas contas do Caixa Escolar a tesoureira é a professora Rosa Marina Amaral Souza, sendo que em todos os casos assina uma e o gestor. 
    
A Escola possui 12 salas de aulas bem amplas, com boa iluminação, forradas, bastante ventiladas, quadro branco e monitor educacional (TV pendrive).
Possui laboratório de informática com 12 computadores, poucos materiais de um laboratório de ciências, uma boa quadra de esportes, biblioteca com excelente acervo tanto de livros didáticos quanto de paradidáticos, uma grande área de circulação interna, porem precisando de calçamento.
A sala de professores possui computadores, armários individuais, estantes e todo o material necessário para a realização da atividade complementar (AC).
   A cantina é ampla com piso e paredes revestidos de cerâmica, deposito para alimentos, fogões, geladeiras e freezer em perfeito estado de funcionamento e conservação, vestimenta adequada para as merendeiras e mão de obra treinada para a confecção da merenda.


Perfil dos estudantes


      Os estudantes do Colégio Estadual Luiz Viana são, na sua maioria, pessoas simples que vivem em condições de moradia de razoável para bom, possuindo casos de moradia em situação de precariedade. O município possui uma extensa Zona Rural o que faz com que metade da sua população resida no campo. A cidade é pequena não dispondo de opções de lazer e cultura. No campo dos esportes a predominância é o futebol de salão e de campo, alguns poucos se aventuram à prática do voleibol, pois o município só possui uma quadra de esportes que é dentro do colégio.
    
      A religião predominante é a católica que tem como padroeira Nossa Senhora de Lourdes. Existem também os protestantes, porém em pequeno número. A renda das famílias é pequena, pois o município não oferece oportunidades de emprego, tendo como maior empregador a Prefeitura Municipal e a colheita de café, ocupação de boa parte dos alunos, nos municípios vizinhos, no período de junho a agosto.
   
    As maiores dificuldades presentes no processo de ensino aprendizagem se dá exatamente pela falta de perspectiva que os alunos têm quando concluem os estudos, muitos ainda têm como sonho ir trabalhar em São Paulo e os que residem na zona rural não têm onde pesquisar ou aprofundar os seus estudos dificultando a execução de trabalho em grupo.

     Há também certa desestruturação familiar, não havendo a questão do respeito e do ensinamento dos valores morais e humanos o que, certamente, faz crescer a indisciplina. Para agravar ainda mais a situação quase metade dos professores são de outros municípios fazendo com que não tenham uma sintonia com a comunidade local, vivenciando de perto as dificuldades desta comunidade.  


Perfil da comunidade de entorno


     A comunidade de entorno do Colégio Luiz Viana Filho é composta de famílias com renda média em torno de 1 a 1, 5 salário mínimo, a maioria das construções é de alvenaria e com bom padrão estético. O comércio local dispõe de quatro mercados de pequeno porte, um posto de gasolina e não possui agência bancária a não ser o Banco Postal e correspondente bancário da Caixa Econômica Federal.
Pela cidade passa uma linha regular de ônibus com horário às 07h30minh para Salvador e 18h30minh para Maracás. Na área de saúde existe um Posto de Saúde que funciona como um pequeno hospital para casos simples, os casos de emergência são levados para Milagres, Jequié, Feira de Santana e Salvador. O saneamento básico restringe-se ao abastecimento com água tratada, na zona urbana, e coleta de lixo, não há esgotamento sanitário nem tão pouco aterro sanitário.

    A segurança conta com uma viatura policial, uma delegacia de policia com quatro policiais, um agente da civil e um delegado. Não possui fórum, sendo o fórum responsável pelo município o da cidade de Brejões.










3 comentários:

  1. Esse colégio se localiza em Salvador é?? eu vi um Vídeo do Grupo The Best Of Dance e amei, Tanto o colégio como os alunos, tanto que eu queria até o msn dos componentes do grupo mais não tenho contato com eles se algum de voçês tiverem manda lá no meu face é só colocar Renata Reis, Ou se quiser meu número é (71) 8858-2460 !

    ResponderExcluir